Escrito por Ausland em

As principais causas por trás da falta de matéria prima na produção

Faltar matéria prima na produção é um erro que gera atrasos e prejuízos. Vamos saber como evitar?

Os desperdícios que podem ocorrer em uma produção industrial são diversos, indo de matéria prima à recursos financeiros. No entanto, a falta de matéria prima talvez seja o mais urgente deste tipo de empresa, impactando diretamente no fluxo fabril e na quantidade do produto final.

Por conta da crise financeira, o mercado está cada vez mais competitivo e cauteloso, forçando muitas empresas a reduzir custos sem perder a qualidade do produto oferecido. Para alcançar este resultado é importante ter um rígido controle no estoque de matéria prima, o coração da indústria.

Falta de estoque de matéria-prima

Quando compramos menos material do que o necessário, temos uma falta de estoque de matéria prima. Mas afinal, qual o problema disso e o que pode acarretar para a sua empresa, em relação a perda financeira? Se a sua indústria atua com menos material do que o necessário, a produção não tem matéria prima para colocar na máquina, consequentemente deixando o equipamento parado. A ociosidade da máquina somado a uma diminuição da quantidade de produto final, gera um prejuízo financeiro muito grande à empresa, além de afetar o relacionamento com o consumidor final ao atrasar a entrega do produto. Esta rachadura no entendimento empresa – cliente pode gerar uma imagem negativa da indústria perante ao mercado.

Você pode calcular para saber quanto de dinheiro a sua empresa está perdendo por manter uma máquina parada. Por exemplo, vamos imaginar que o seu equipamento gere um faturamento de R$ 100 por hora e a sua produção funcione por 8 horas diárias em dias úteis. Fazendo o cálculo com somente uma máquina parada por 2 dias, você estaria perdendo R$ 1.600,00.

Agora que ficou determinado o quanto a falta de matéria prima pode afetar a saúde financeira da sua empresa, vamos descobrir como anular este problema no processo produtivo?

1 – Avalie o Processo Produtivo

Erros na gestão de produção é um dos principais responsáveis por falta de matérias primas. É essencial reunir o seu time de gestores e fazer um estudo completo e minucioso sobre o processo produtivo. Mostre às pessoas envolvidas com a produção, os relatórios com os gastos com matéria prima e o fluxograma do sistema produtivo.

Com base nos números e fluxogramas, discuta com a sua equipe sobre como está o estoque de materiais, se durante o processo está havendo desperdícios e onde ele se encontra. Desta forma, é possível saber como está acontecendo este prejuízo e achar uma solução para acabar com ele.

2 – Treinamento profissional

A capacidade técnica da sua equipe é essencial para evitar desperdícios em qualquer etapa do processo produtivo, especialmente o de matéria prima. Um time despreparado pode acarretar em falhas na produção, como: uso errado de equipamentos, má avaliação de dados, de capacidade, de produção e de custos com mão de obra. É importante investir na capacitação dos seus colaboradores, para que eles possam desempenhar as suas funções e criar relatórios de forma precisa.

3 – Perdas e retrabalhos

Uma das principais causas da falta de materiais no ambiente industrial está diretamente ligado a produção de itens com defeitos ou qualidade inferior do que programado. Além de impactar diretamente no seu estoque, estas perdas acarreta na elevação de custos na produção, aumentam a mão de obra (com retrabalhos) e diminui a qualidade do produto final. É preciso fazer uma avaliação detalhada deste tipo de problema, descobrir a sua causa e achar uma solução para aumentar a produtividade fabril.

4 – Integração produção e vendas

A falta de integração e comunicação entre os diversos setores da empresa é um dos fatores que atrapalham o planejamento do sistema produtivo, especialmente entre as áreas de produção e comercial. É comum que o desencontro de informações entre essas dois setores possa gerar um descontrole na produção, perda de planejamento, falta de matéria prima e, por fim, aumento no custo final para o consumidor.

5 – Calcule os resultados

Após ter feito um estudo aprofundando, com a sua equipe, sobre o processo de produção, é hora de avaliar os dados recolhidos e quantificar os resultados. É com base neste relatório que você pode discutir com os seus colaboradores sobre os próximos passos a serem tomados para evitar desperdícios e falta de materiais. Além de desenvolver um planejamento correto para curto, médio e longo prazo, ao apresentar os dados da empresa você motiva os funcionários e faz com que eles se sintam parte da equipe.

Ciclo Contínuo e Resultado Sempre em Evolução

O seu planejamento trouxe resultado, os dados estão positivos, os gargalos foram resolvidos e não falta mais matéria prima na sua produção. Mesmo assim, é necessário manter o trabalho constantemente avaliado por meio de relatórios. É importante que o gestor esteja sempre atento a sua equipe, conversando com os principais líderes de cada área e coletando informações para se manter sempre atualizado.

Como gerenciar toda a produção de forma eficiente?

No dia a dia corrido de uma indústria não se pode perder tempo com informações imprecisas e desencontradas ou relatórios que necessitam de horas de análise para achar uma solução eficiente. Tempo é dinheiro e é preciso estar atento a todo momento.

Para isso, aposte em um sistema ERP para a sua empresa (saiba mais aqui) que permite que você gerencie a produção do seu negócio de maneira simples e segura, não importa quão complexo seja os seus processos.

 

Veja também esse e-book que preparamos especialmente para você. Espero que goste!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de nossas novidades