No estágio atual em que o câmbio está desvalorizado, os produtos agrícolas acabam se tornando mais competitivos frente ao mercado internacional. O Brasil, por exemplo, deverá exportar neste ano de 2016 um volume maior de milho, soja e farelo.  São mais de 100 milhões de toneladas, um recorde para nosso país em toda a história, sendo 2% a mais que o ano passado. Em 2015, o Brasil apresentou uma marca recorde também de 98 milhões de toneladas (dobro de 2009 quando a marca chegou a 48,6 milhões de toneladas).

Dados da INTL FCStone dão conta que isso ocorreu devido ao fato de o nosso país ter apresentado uma melhora da sua logística e elevação da produção nos últimos anos. Anteriormente, a exportação acontecia somente pelos portos de Paranaguá e o de Santos, mas agora também conta com Rio Grande (RS), Itaqui (MA), entre outros. Para a temporada de 2015/2016, a safra do Brasil deverá obter um crescimento em 2,4% em comparação com o ciclo passado. O potencial produtivo fica em 215 milhões de toneladas de grãos, segundo dados da Expedição Safra.

O ERP na ajuda para um resultado melhor no agronegócio

Um dos pontos que podem auxiliar para que o agronegócio obtenha um resultado sempre mais satisfatório é fazer o uso de ERP. Por meio dele, você tem a possibilidade de ter a visão central das suas prioridades e  das atividades que se realizam, no mesmo momento que observa todos os detalhes dos processos, rentabilidade e seus custos, além de conseguir otimizar os processos, ganhando produtividade e tempo.

Conheça os principais benefícios ao se adquirir um ERP:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright All Right Reserved 2023, Ausland.

Principais Páginas

Institucional

Contato

Rua Waldemar Loureiro Campos, 1960 Boqueirão, Curitiba – PR, 81670-360

55 41 3377-2730

comercial@ausland.com.br

×