Escrito por Marketing Ausland em

Setor de agronegócio está mobilizado contra aumento de tributação

Impostos, taxas e tributos são parte da vida de uma empresa, e também fundamentais  para manter o sistema estatal vivo. O dinheiro adquirido por esses meios mantém serviços públicos como saúde e educação, necessidades básicas para garantir à população uma boa qualidade de vida. O problema chega quando essas taxas passam do nível ideal e ficam altas demais, é o que está ocorrendo com o sistema brasileiro de agronegócio.

As taxas de tributação que o agronegócio recebe subiram entre 2015 e 2016 como resposta do governo à crise econômica. Isso cria uma grave desvantagem para o mercado brasileiro frente ao mercado internacional, já que tributos devem ser repassados no preço das mercadorias para evitar prejuízo. O Ministério de Trabalho e da Previdência Social é outro órgão governamental que planeja aumentar a arrecadação com taxas do agronegócio para superar o rombo nas contas públicas. A intenção nesse caso é tirar a isenção de contribuir para a previdência que os produtores que exportam possuem atualmente.

Todas as medidas foram repudiadas pelos produtores rurais e entidades ligadas a esse setor. Considerando que em 2015 o agronegócio correspondeu a 40% das exportações brasileiras e foi o único setor a fechar o ano em superávit, seria uma perda grande demais tirar sua competitividade. Muitos críticos citaram que o governo deveria encontrar outra maneira de melhorar sua situação, que não fosse prejudicando um dos maiores setores da economia brasileira.

Enquanto as soluções definitivas não chegam, cabe ao empresário do agronegócio lidar com a situação. A melhor maneira é evitar que a empresa atrase tributações e acabe pagando multas. Para isso é ideal adotar um sistema de gestão que consiga gerir todas as áreas do agronegócio. Com um ERP (Enterprise Resource Planning) é possível controlar e integrar processos, desde a compra até a venda da produção. Esse tipo de sistema também é de valiosa ajuda na área fiscal, já que garante que os documentos exigidos pelo fisco estejam sempre em ordem,e que a empresa esteja em dia com suas obrigações fiscais.

Dessa maneira é possível absorver os impactos causados pela alta da tributação e evitar que a empresa sofra mais que necessário. Mantendo impostos sempre quitados e documentos regularizados, é possível para a empresa manter o foco no planejamento e na boa gestão, o que torna o ambiente favorável para o crescimento no futuro.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de nossas novidades