Escrito por Marketing Ausland em

Principais dicas para elaborar um plano de negócios para sua empresa

O plano de negócios de uma empresa é algo que nunca deve deixar de existir, apenas mudar conforme o passar do tempo e o crescimento ou não da empresa, com as mudanças em visão de futuro e realidade operacional. E, para um empreendimento que recém está sendo aberto não é diferente. Sem que o plano de negócios seja elaborado antes mesmo da abertura da instituição, a falência fica muito próxima.

O primeiro pensamento para a criação de um plano de negócios é a determinação de qual será a solução que a empresa proverá e para qual necessidade de seu público-alvo. Além disso, o primeiro passo deve também compreender qual será a diferenciação da empresa no mercado em relação às outras para que conquiste seu espaço.

Aliás, o público-alvo deve ser bem definido em pesquisas anteriores. A definição incorreta do consumidor em potencial pode levar à falência pela oferta às pessoas erradas ou disponibilização de solução inexata às pessoas que precisariam de outro produto ou serviço.

O investimento para início das atividades pode definir o fechamento da empresa em menos de um ano ou uma boa administração desde a abertura do negócio. A primeira aplicação – para constituição da empresa – deve abranger o aporte necessário para montagem da plataforma de trabalho e um capital de giro estimado em pelo menos seis meses de funcionamento. Como todo começo é difícil, o empreendimento deve ter aporte para manter-se, independentemente dos clientes nessa fase.

Além da estimativa de gastos para início e continuação de atividades, o retorno também deve ser previsto para os primeiros meses. Todas as despesas devem ser levadas em conta e ainda a questão de retorno de investimento.

A localização da empresa pode determinar muito do sucesso dela. A posição deve ser escolhida em questões de geografia e mercado – fácil localização e deslocamento e proximidade à massa que represente clientes em potencial, sejam pessoas físicas ou jurídicas.

A parte do marketing pode alavancar em muito uma empresa no mercado de oferta de produtos e serviços. O plano deve ser muito bem elaborado e executado junto a profissionais ou empresas especializadas na área, obedecendo a um orçamento que seja compatível com o porte da empresa.

A quantidade de sócios também entra no plano de negócios, pois eles têm obrigações para com o empreendimento e também representam obrigações do passivo da empresa – retirada de lucros e captação de porcentagem de resultados. Mesmo com liquidez, a constituição não pode ficar descapitalizada após a colheita de frutos do quadro societário.

E, como os impostos estão implícitos em todas as operações que envolvam dinheiro, o regime de tributação de uma empresa não pode ficar de fora do planejamento dela. Isso dá uma base de quanto a sociedade terá de gastar com impostos e ajuda os empreendedores a calcularem o preço de seus produtos ou serviços com o repasse.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de nossas novidades