Escrito por Marketing Ausland em

Política para florestas plantadas no Paraná

http://ausland.com.br/wp-content/uploads/2016/09/160731-florestas-plantadas.jpg

A Apre (Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal), juntamente com a Embrapa Florestas e outras instituições do ramo produtivo, estruturou uma solicitação relacionada ao Plano Estadual de Cultivos Florestais. Esse registro, realizado por meio de estudos e reuniões, servirá como base para a elaboração de um projeto de Lei que vai regularizar a atividade madeireira no Paraná. As normas serão vantajosas para a região, pois servirão para aumentar a base de culturas florestais, e auxiliarão o Paraná a se tornar o maior produtor desse segmento no país, tendo suporte da sustentabilidade, e focando nas necessidades rurais. A finalidade do programa é auxiliar o produtor rural a unir o cultivo florestal à sua prática de longo prazo, possibilitando assim, uma renda maior.

De acordo com o documento feito pelo grupo de entidades, o aumento da base florestal produtiva terá início priorizando as áreas produtivas menores, na região rural. Assim haverá um grande espaço florestal repartido em diversas áreas rurais (montagem conhecida como Mosaico Florestal Produtivo na Paisagem). Esse conceito minimiza os danos ao ambiente e auxilia na conservação da produção, dos solos e na manutenção da água, além de beneficiar a atividade economicamente.

Num prazo de pelo menos 50 anos, os responsáveis consideram aumentar a área florestal do Estado para 2 milhões de hectares, garantindo no médio prazo, o fornecimento de produtos para suprir a atual necessidade, com maior qualidade do que a média no mercado do país. A comissão declarou que é possível criar mais de 1,6 milhão de oportunidades de trabalho, com pagamento superior a R$2.000 para cada novo emprego, aumentando assim o índice de PEA (População Economicamente Ativa) do Paraná. O Paraná é hoje considerado um estado com setor florestal completo, porque além de dispor de florestas plantadas, ainda possui um ramo industrial de transformação composto por serrarias e desenvolvedores de celulose, papel, energia e chapas. A maior dificuldade que esse ramo enfrenta está no uso exacerbado das estradas, pois o transporte é muito intenso. O futuro projeto de Lei também irá trabalhar essa questão.

Para se adaptar, é importante que a empresa madeireira conte com ajuda profissional. A Ausland fabrica softwares ERP que gerenciam os fornecedores, a qualidade dos produtos e o RH da empresa, além de gerenciar os gastos e os lucros de cada projeto. Existe ainda o monitoramento da satisfação do cliente e atenção exclusiva quanto à tributação e legislação. Para conhecer a empresa e todos os benefícios de seus produtos, acesse o site: http://ausland.com.br/segmentos/industria-madeireira/.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de nossas novidades