Escrito por Marketing Ausland em

A importância do setor de TI e um ERP de qualidade dentro das empresas

Em uma empresa bem estruturada, é importante que o setor de TI seja visto como estratégico, com autonomia para tomar decisões que visam a aumentar a rentabilidade do negócio – tanto por meio do corte de custos como, principalmente, do aumento de receitas.

Investimento em TI

Estudo da FGV (Fundação Getúlio Vargas) revela que cada 1% investido no setor de TI da empresa é capaz de gerar até 7% a mais de lucro na indústria. As empresas brasileiras costumam investir 7,6% do faturamento, em média, no setor de TI. Os bancos lideram, com 13,8% de investimentos.

Além disso, o setor de TI é aquele que terá mais contato com o ERP (Enterprise Resource Planning), tanto na escolha, implantação e configuração do sistema, como, até mesmo, no suporte à geração de algumas análises e relatórios. Este setor deve ser visto como um braço que dá apoio aos diversos setores da organização, ajudando-os a obter os melhores resultados. Sem um bom setor de TI, com profissionais devidamente capacitados, os ganhos de produtividade com um ERP se tornam limitados.

Igualmente, um ERP de qualidade é essencial para o bom desempenho da equipe de TI. Quando conta com bons softwares e módulos e é implantado por uma empresa bem estruturada, com profissionais capacitados para customizar e adaptar o sistema aos processos da empresa, o ERP facilita e otimiza o desempenho do setor de TI, trazendo ganhos para a organização como um todo.

A responsabilidade sobre o ERP

Tudo isso não quer dizer, contudo, que o ERP deva ficar sob a responsabilidade exclusiva da TI. Muito pelo contrário. Pode e deve ser utilizado por profissionais das mais diversas áreas, não somente em nível gerencial. Em algumas ferramentas, como nos sistemas de Business Intelligence (BI), isso é particularmente importante, já que as análises e relatórios servirão de suporte a tomadas de decisão por diferentes profissionais em suas respectivas áreas.

É comum, em muitas organizações, que a figura do Chief Information Officer (CIO) esteja subordinada ao Chief Financial Officer (CFO). O problema de tal configuração é que o CFO normalmente enxerga cada setor da empresa como custo ou gerador de receitas, relegando a TI ao primeiro grupo. É importante, também, que os gestores evitem essa situação para que o trabalho seja realizado de maneira fluida e os resultados apareçam mais rapidamente.

Ciente da importância do setor de TI, a Ausland oferece o melhor em ERP para sua empresa. Com mais de 25 anos atuando no mercado, disponibiliza as últimas novidades em tecnologia, além de proporcionar um atendimento diferenciado e soluções eficazes e específicas para sua empresa. Saiba mais em www.ausland.com.br

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de nossas novidades